31 de Outubro de 2016

Vale a pena esperar a crise passar para comprar um imóvel?

Quem estava há algum tempo se preparando e guardando dinheiro para a compra de um imóvel se deparou, em 2015, com uma crise econômica que se agravou em 2016, especialmente nos últimos meses, em conjunto com uma crise política que, apesar de começar a apontar para opções de desfecho, geram um clima de insegurança.

O baque abalou a confiança e deixou dúvidas em todos: será mesmo a hora de investir em um imóvel? Se eu investir agora, não perderei negócios melhores quando a crise passar? Os preços e os juros vão cair quando a economia melhorar?

Segundo o índice FipeZap, que mostra a variação nos valores médios do metro quadrado de 20 cidades brasileiras, o preço médio dos imóveis subiu apenas 0,53% nos últimos 12 meses, muito menos do que a inflação (9,5%), o que representa que, na verdade, ouve uma queda real de 8,10% no valor dos imóveis.

Além disso, com uma baixa demanda dos imóveis por conta do cenário econômico, os vendedores tendem a aceitar propostas mais baixas, já que estes também estão incertos quanto à economia e querem garantir lucro agora. O poder da negociação está, definitivamente, nas mãos do comprador. Principalmente daqueles que se anteciparam e conseguiram reunir recursos para a compra à vista ou para uma bela entrada, que torne um possível financiamento mais acessível.

Mas o que acontece com uma melhora no cenário econômico?

Com uma baixa no desemprego e a economia melhor e mais fluida, a compra de imóveis é acelerada e, consequentemente, os preços tendem a ser corrigidos conforme a inflação, ao passo que a confiança é restabelecida nos consumidores, que estarão mais dispostos a gastar.

Se você tem dinheiro para investir em um imóvel, aproveite: a hora é agora. Esperar por uma redução de preços pode comprometer seu capital para investimentos.

Assine nossa newsletter