11 de Novembro de 2016

8 dicas para escolher plantas para ambientes internos

Algumas casas, apartamentos e salas comerciais têm pouco ou nenhum espaço ao ar livre. Isso não significa que, na hora de alugar ou comprar um imóvel, você não possa decorá-lo com plantas, flores e até mesmo hortaliças.
Muitas são as espécies que podem ser usadas em interiores. No entanto, é preciso ter em mente alguns cuidados no momento da escolha. Confira as dicas que nós da imobiliária Cibraco separamos para você:

A COMPRA

1 - Verifique sempre a saúde da planta. Pressione com os dedos o torrão, localizado na raiz. Se estiver muito duro, significa que a planta está velha e não tem muito tempo de vida. Tamanhos alterados, coloração amarelada, pequenas manchas e a presença de insetos também são indicativos de debilidade.

2 - Tenha em mente o ambiente em que pretende colocar a planta. Fatores como luminosidade e tamanho do vaso devem ser levados em conta. Ela precisa se adaptar e encontrar na sua sala, cozinha, quarto ou banheiro condições que permitam um crescimento saudável.

3 - Cuidado com plantas tóxicas, que têm espinho ou emitem muco e secreção. Estas são contraindicadas para ambientes com crianças ou pets, pois, se ingeridas, podem provocar reações alérgicas e outras complicações.

OS CUIDADOS

4 - Nos primeiros dias, mantenha as novas plantas afastadas de correntes de ar e sol intenso, até que possam se adaptar e serem transferidas para uma posição definitiva. Cuidado também com o ar condicionado, que reduz a umidade dos ambientes.

5 - Cada planta tem uma necessidade específica de água: algumas mais, outras menos. Uma boa maneira de adequar a quantidade é observando a saúde da planta. Se as folhas estiverem soltas, murchas ou amareladas, regue mais vezes.

6 - Periodicamente, borrife água nas plantas. Isso contribui para que respirem melhor no ambiente interno, sujeito ao acúmulo de pó.

7 - Pelo menos uma vez ao ano, efetue a poda das raízes para que a planta não cresça sem controle e mantenha-se saudável. O mês de julho é considerado o ideal para essa atividade.

8 - E lembre-se: cuidar das plantas é como exercer uma arte. Elas precisam de dedicação e cuidado, como qualquer ser vivo.

Assine nossa newsletter