12 de Agosto de 2020

Cresce busca por imóveis para comprar em Curitiba

Aqui na Cibraco, notamos um aumento na procura por imóveis para comprar em Curitiba. Entenda!

 

Recentemente, notamos aqui na Cibraco um aumento significativo da busca por imóveis à venda em Curitiba. Seja para quem possui alta ou baixa renda, quem procura casa ou apartamento, primeiro ou segundo imóvel, há um interesse muito grande e crescente em investimentos no mercado imobiliário.  
Ainda que o fenômeno pareça estranho, principalmente em um momento no qual há um avanço da pandemia de COVID-19 no Brasil e a crise econômica se agrava, há uma explicação. Uma não, algumas. Entre elas, taxas de juros mais baixas, propostas atrativas de financiamento e prestações abundantes que têm movimentado o setor.

Por conta da crise provocada pelo coronavírus, por exemplo, o Banco Central baixou consideravelmente a taxa básica de juros nos últimos meses, deixando a Selic no menor patamar da história, atualmente em 2,25%. 

Com a Selic baixa, houve reduções nas taxas de juros de financiamento imobiliário nos bancos, tornando o momento extremamente favorável para quem tem renda estável e capacidade de pagamento. 

Além disso, com as sucessivas reduções da Selic, os rendimentos de investimentos em renda fixa diminuíram. Há pouco tempo, por exemplo, deixar o montante correspondente ao da entrada de um imóvel em um investimento conservador gerava um rendimento mensal suficiente para pagar o aluguel. E, sendo as parcelas de aluguel muito mais baratas que a de um financiamento, muitas pessoas acabavam abrindo mão da ideia de uma casa própria. 

Hoje, porém, o comprometimento de renda com o pagamento das parcelas de um financiamento é muito menor, o que permite que até mesmo pessoas com rendas mais baixas consigam realizar o sonho da casa própria. 

Além das condições econômicas favoráveis, outra razão para o aumento na busca de imóveis à venda em Curitiba é o próprio contexto do distanciamento social.  Passando mais tempo em casa, as pessoas começaram a observar mais de perto seus espaços e, com isso, têm buscado melhorias de infraestrutura e bem-estar.  

Se antes da pandemia, atributos como vaga de garagem, proximidade do transporte público, distância do trabalho pesavam mais na hora da escolha do imóvel, agora, serão valorizadas características como metragem, número de quartos, espaço adequado para home office e área privada para lazer. 

 

Como escolher imóveis à venda em Curitiba

 

Como dito anteriormente, para quem tem renda estável e capacidade de pagamento, o momento é muito favorável para comprar um imóvel em Curitiba. Além de se livrar do aluguel, aplicar dinheiro em imóveis é uma opção segura e que apresenta ótimas possibilidades de valorização e boa liquidez no mercado. Você pode ainda garantir uma reserva financeira sólida, que pode ser gerada pela venda ou aluguel do seu imóvel próprio. 

No entanto, para realizar um investimento seguro, é importante prestar atenção em alguns detalhes sobre o imóvel. Entre os principais pontos, está a localização,  que influencia diretamente na valorização do imóvel. Quanto mais valorizada for a região, maior o preço do metro quadrado.
Ao visitar um imóvel, também é necessário avaliar a estrutura do imóvel, a disposição dos ambientes e se estão de acordo com o seu estilo de vida e necessidades.

Além disso, preste atenção à idade de imóvel. Lembre-se que, quanto mais antigo ele for, mais necessidade de manutenção. Quanto mais novo, menos problemas estruturais e menos reformas serão necessárias. 


Como comprar um imóvel em Curitiba?


Para comprar um imóvel, você pode pagar à vista ou financiar um imóvel. Na escolha de qualquer uma dessas opções, você precisará de uma reserva financeira, seja para quitar o valor total do imóvel ou para dar de entrada e financiar o restante. 

A entrada exigida varia de acordo com sua renda familiar. A média é de 30% do valor do imóvel — o restante é financiado. Esse cálculo é baseado na renda declarada, pois a prestação não deve ultrapassar 30% da sua renda mensal. Mas há a possibilidade de negociar uma entrada parcelada ou até mesmo zerá-la, isso vai depender da construtora e da imobiliária com que você está fazendo a compra.


Tipos de financiamento imobiliário


Os principais tipos de financiamento imobiliário no Brasil e que são amplamente utilizados no mercado são o Sistema Financeiro de Habitação (SFH) e o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). O que determina o tipo de financiamento que você vai escolher é a sua renda e o valor do imóvel.
Entretanto, para amortizar o financiamento, ou seja, pagar os juros e as parcelas, você pode escolher entre algumas formas. As mais comuns se resumem ao Sistema de Amortização Constante (SAC), a Tabela Price (também conhecida como Sistema Francês de Amortização) e o Sistema de Amortização Crescente (Sacre).

Cada tipo de amortização traz características próprias que atendem a um determinado tipo de consumidor. É importante que você avalie qual delas melhor se encaixa ao seu padrão econômico a fim de não se endividar e realmente fazer uma escolha acertada a respeito do empréstimo que utilizará para comprar o seu imóvel.
Aqui você pode entender melhor os tipos de financiamento imobiliário e amortização. 

 

Onde comprar imóvel em Curitiba

 

Agora que você já sabe todas as vantagens que o momento apresenta para quem deseja comprar um imóvel em Curitiba, que tal ir em busca da casa ou apartamento ideal para você e sua família? A Cibraco Imóveis está aqui para te ajudar a fazer o melhor investimento! 

Somos uma das imobiliárias em Curitiba com mais tempo de mercado e uma equipe de especialistas qualificada para te atender. Conte com a Cibraco Imóveis para comprar um imóvel em Curitiba e conhecer melhor as oportunidades de fechar o melhor negócio.

 

Assine nossa newsletter